quarta-feira, dezembro 06, 2006

Os opostos se distraem. Os dispostos se atraem.

Ganhei da minha tia um cd do Teatro Mágico, "Entrada para raros". Eu já tinha ouvido falar muito neste grupo, inclusive todas as pessoas que conversaram comigo até hoje sobre o T.M. disseram a mesma coisa:

- É a sua cara, você vai amar.

Inclusive a tia Maria, quando me deu o cd. Eu achei o máximo, já que realmente estava curiosa para conhecer o grupo que, junto às suas apresentações musicais, faz também performances teatrais. Não podia ter vindo em melhor hora.
O álbum é simplesmente P-E-R-F-E-I-T-O!!!

Sedenta por coisas novas, devorei o cd, faixa por faixa, e agora ele tem sido a trilha sonora de todas as minhas tardes... realmente, é a minha cara.

Fernando Anitelli, o vocalista do grupo, e também responsável pela maioria das letras, tem uma voz bem agradável, gostosa de ouvir... os instrumentos são os mais diversos, com destaque para um violino lindo, principalmente na instrumental "22-11". A percussão é bem marcada, naipe Cordel do Fogo Encantado - daquelas que dá vontade de bater o pé no chão, muito mais do que qualquer psytrance.

Mas o que mais me encantou no Teatro Mágico foram as letras... uma poesia limpa, profunda, que faz refletir... um pouco do que mais gostei por enquanto:

Toda cura pertence a nós, toda resposta e dúvida
Todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser
Todo verbo é livre para ser direto ou indireto
Nenhum predicado será prejudicado
Nem tampouco a vírgula, nem a crase nem a frase e ponto final!
(Sintaxe à vontade, Fernando Anitelli)

Como arroz e feijão, é feita de grão em grão
Nossa felicidade
Como arroz e feijão
A perfeita combinação
Soma de duas metades
Como feijão e arroz que só se encontram depois de abandonar a embalagem
Mas como entender que os dois
Por serem feijão e arroz
Se encontram só de passagem
(Pratododia, Danilo Souza)
Os opostos se distraem
Os dispostos se atraem
(Realejo, Fernando Anitelli e Danilo Souza)
Mas quando alguém te disser ta errado ou errada
Que não vai S na cebola e não vai S em feliz
Que o X pode ter som de Z e o CH pode ter som de X
Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz
(Zazulejo, Fernando Antonelli)
Apaixonante, não?
Acho que este é o primeiro álbum do T.M., porque no site deles eu não achei nada sobre outros álbuns. De qualquer forma, já virei fã. Ah! eles têm um blog também! Se eu soubesse como adicionar links aí do lado juro que colocava! Afinal, o que não falta é divulgação de música ruim! Quando achamos algo de qualidade, vale a pena espalhar aos quatro ventos!!! :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se em casa

Postar um comentário